O que fazer em Tiradentes

1 Dia em Tiradentes – O que fazer?

Primeiro dia

Saindo de Congonhas, passando para tomar um café na estrada no restaurante Café com Prosa, chegamos em Tiradentes. Fomos direto fazer o check-in no Hotel Serra Vista, quartos amplos, limpos, o nosso tinha uma bela vista para a área da piscina, área esta muito agradável mas que não usamos pois estava um pouquinho frio, ainda próximo a essa área estavam fazendo umas reformas e construções de mais cômodos, os atendentes são bem atenciosos e o café da manhã muito farto e saboroso. O hotel está a uns 20 minutos de caminhada do centro, como estávamos de carro decidimos ir nele e estacionar pelo centro.

Depois de acomodarmos nossas coisas e nos arrumarmos no hotel fomos buscar um lugar para almoçar, já tínhamos em mente o Restaurante Estalagem do Sabor, pois já tínhamos visto no Instagram e achamos bem atrativo. O local é muito agradável, bonito e tem um ótimo atendimento. Para o almoço a escolha foi o prato Mané sem Jaleco, tipicamente mineiro, ele é tipo um mexidão com feijão vermelho, arroz, bacon, ovo, linguiça e couve. Estava muito bom e é muito bem servido.

Depois do almoço fomos dar uma volta pela cidade, e aqui vale a mesma dica de Ouro Preto, o calçado ideal é o tênis ou botinha sem salto, embora não tenha tantas ladeiras as ruas são de de pedra, então a melhor opção é sempre optar pelo conforto para caminhar com tranquilidade.

Já aviso que a tentação das ruas são as inúmeras lojas de doces e chocolates, são muitas opções e sabores, também tem bastante artesanato e restaurantes, inclusive estava acontecendo na cidade a 24ª edição do Festival Cultura & Gastronomia de Tiradentes, mas devido a pandemia o evento estava ocorrendo com uma mescla de atrações digitais e experiências físicas. A cidade estava bem movimentada mas os moradores nos disseram que na ocasião ainda tinha pouca gente devido a pandemia.

Seguindo o passeio fomos conhecer a Capela São Francisco de Paula, que estava fechada para visitação mas devido a sua localização, mesmo fechada, é um ponto imperdível para se conhecer, ela fica localizada em um morro de mesmo nome, Morro da Capela São Francisco de Paula, e é lá que as pessoas vão para relaxar e aproveitar uma bela vista com um pôr do sol lindíssimo. Não deixe de viver essa experiência.

Após desfrutar dessa paz e dessa vista maravilhosa, seguimos passeando pela cidade, apreciando os casarões, os artistas de rua e claro tirando muitas fotos. Fomos então jantar no restaurante Mandalun, local com ambiente interno e externo, optamos por ficar do lado de fora e aproveitar o friozinho, a pedida do jantar foi um caldo de feijão e canjiquinha com frango desfiado e couve, estava tudo delicioso e a porção do prato é muito generosa. Terminando o jantar seguimos para o hotel.

Segundo dia – Saindo de Tiradentes

Ultimo dia em Tiradentes, já com as malas prontas fomos tomar o café da manhã do hotel, que além de farto estava muito saboroso, mas chegue cedo, tente ir logo quando abre pois depois costuma ficar muito cheio devido aos grupos de viajantes e motoqueiros que passam pela cidade e optam por tomar café da manhã lá.

Já com tudo pronto para voltar à estrada, fomos conhecer a Igreja Matriz de Santo Antônio, chegando lá eles te oferecem um serviço de guia onde esse guia vai te explicar e contar histórias super interessantes da igreja, o custo para se ter o guia é uma contribuição no valor que o cliente desejar, a dica é que sejam generosos na medida do possível pois eles entendem muito do assunto e vão tirar todas as suas dúvidas, vale muito a pena. Se você gosta de conhecer a história da cidade, das crenças e construções não deixe de aproveitar esse serviço. Fora isso, a igreja é belíssima e proporciona uma bela vista da cidade também.

Saindo de lá seguimos viagem para São Thomé das Letras.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.