Planejamento de viagem à Ásia

O nascimento da ideia

Primeiramente como nasceu a ideia dessa Ásia Trip de 30 dias? Nós temos o sonho de conhecer todas as Disneys do mundo, ou pelo menos, o máximo que conseguirmos, portanto como já tínhamos ido para os parques de Orlando e a de Paris (em breve falaremos deles), pensamos qual seria a próxima a visitarmos. Durante a decisão foi levado em consideração fazermos logo as mais difíceis enquanto ainda não temos filho, e assim surgiu a ideia de conhecer os parques asiáticos, com isso, nosso planejamento de viagem à Ásia começou exatamente em janeiro de 2018.

Como transformar a Ásia Trip numa realidade?

Bom, assim surgiu a ideia, mas como viabilizá-la tendo em vista ser uma viagem cara e que nunca imaginaríamos que poderíamos fazê-la. Lembrem-se bem dessa data, janeiro de 2018, pois ela é muito importante para o planejamento.  

Vieram as primeiras perguntas: quais países conhecer? Quais cidades conhecer? Qual o período que iremos? Quanto temos vamos passar em cada cidade e no total? Qual será o foco da viagem? Quanto vamos gastar? Realmente poderemos fazer? 

Iniciamos as pesquisas com os preços dos vôos para o Japão, quantidade de horas de vôo e conexões. Analisando as conexões percebemos que os vôos passariam na sua maioria por Dubai e dessa forma decidimos acrescentar Dubai ao nosso roteiro. Logo depois de Dubai, pensamos e acrescentar a Tailândia, sendo que a China e Japão já estaria de certeza no roteiro, tendo em vista que os parque Disney estavam nesses países.  

O período escolhido foram as férias de janeiro, como Luam é professor, seria o período que estaria disponível por mais tempo para fazer a viagem. Também decidimos que iriamos excluir a Tailândia pois seria um local de praia, o que implicaria em estilos de roupas completamente diferentes, aumentaria muito as malas e os dias. Ficou então decidido que iríamos para Dubai, Shanghai, Pequim, Tóquio, Quioto, Osaka, HiroshimaTakayama. Com um gasto médio de hospedagem e aéreo de 30 mil reais.   

Começamos a fazer as pesquisas mais detalhadas a respeito dos gastos, tendo em média:  Aéreo: R$ 16.000,00; Hospedagem: R$ 10.000,00; Passeios, Alimentação, Parques e dia-a-dia : R$12.600,00 totalizando: R$ 38.600,00 que aproximamos a conta para R$ 40.000,00.  
*Para o valor de passeios, alimentação, parques e dia-a-dia fazemos em toda viagem internacional uma conta de 150 dólares pro casal, que sempre deu e sobrou para nosso estilo de viagem, como tínhamos feito um roteiro inicial de 21 dias, com o dólar turístico próximo de 4 reais, chegamos a esse valor de R$ 12.600,00. 

Quando tudo isso tinha sido decidido era maio de 2018, sendo então que tínhamos 18 meses para que pudéssemos juntar o valor necessário para a viagem, ou seja, juntar pelo menos R$1.500,00 por mês, meus dois 13º mais os dois 13º de Luam, mais os 1.500,00 euros que tinha sobrado de uma viagem anterior. Totalizando: R$ 27.000,00 + R$8.000,00 + R$8.000,00 + R$2.000,00 + R$2.000,00 + 1.500,00 (euros) = R$ 47.000,00 + 1.500,00 (euros).  

Dessa forma já tínhamos um rascunho de roteiro, período, valor da viagem e quanto deveríamos juntar. Sendo assim, decidimos que tínhamos viabilidade de fazer a viagem e tocamos assim o projeto para frente. 

COLOCANDO O PLANEJAMENTO DE VIAGEM À ÁSIA EM PRÁTICA

Continuando com o projeto, fomos rever o roteiro e definimos que faríamos da seguinte forma: 

  • Dubai – 4 diárias; 
  • Shanghai – 4 diárias; 
  • Pequim – 3  diárias; 
  • Tóquio – 4 diárias; 
  • Quioto – 3 diárias;  
  • Osaka – 2 diárias; 
  • Hiroshima – 1 diária; 
  • Takayama – 2 diárias; 
  • Tóquio – 3 diárias     

Aumentando nossa viagem para 27 dias de estadia e 3 dias de deslocamento, totalizando nossa Ásia trip de 30 dias.

Já estávamos juntando nosso dinheiro desde junho de 2018 e em janeiro de 2019 começamos a fazer as reservas nos hotéis, utilizando principalmente o booking.com mas também fizemos reservas pelo airbnb.com  

Nossa primeira reserva foi a de Dubai pois, como passaríamos o ano novo lá, que era uma data muito procurada, preferimos nos adiantar e fazer logo essa reserva. Como tínhamos pesquisado bastante como era o réveillon em Dubai e ficamos até um pouco assustados pois, nos sites e blogs que víamos era dito que as ruas ficavam fechadas e superlotadas e que você não tinha acesso aos fogos, nem conseguiria um bom lugar para passar o ano novo se não estivesse hospedado em uma ótima localização, preferimos reservar um apartamento em frente ao Burj Khalifa (principal ponto de fogos no réveillon de Dubai). Fizemos a reserva pelo Airbnb em um apartamento no valor de R$ 4.183,67 para as 4 diárias, com muita antecedência e no melhor local, com tudo planejado, mas, na prática, deu tudo errado em relação ao apartamento e vamos explicar tudo o que acontecei quando chegarmos em Dubai.

Em seguida começamos a fazer as reservas para os outros locais, utilizamos o booking.com para todas as outras reservas, pois acho mais fácil de usar, Luam é cliente genius 2, o que nos dá bons descontos e boas ofertas, além do cashback pelas viagens. Também gostamos de optar pela reserva sem pré-pagamento e cancelamento gratuito pois, sempre continuamos pesquisando e por algumas vezes encontramos melhores opções, mesmo já estando mais próximo da viagem efetuamos troca de hotel e até mesmo ficar no mesmo hotel só que mais barato e num quarto ainda melhor. 

Fizemos as seguintes reservas com os respectivos valores: 
*OBS: Detalhes de cada hotel daremos quando estivermos falando de cada cidade.  

  • Shanghai:  R$ 2.231,00 (4 diárias, hotel 4 estrelas e excelente); 
  • Pequim: R$ 838,00 (3 diárias, hotel 3 estrelas, descolado, simples mas confortável) 
  • Tóquio: R$ 1.581,00 (4 diárias, hotel 3 estrelas, confortável) 
  • Quioto: R$ 1.003,00 (3 diárias, hotel 4 estrelas, excelente) 
  • Osaka: R$ 443,00 (2 diárias, hotel 4 estrelas, bom custo-benefício) 
  • Hiroshima: R$ 501,00 (1 diária,  hotel 3 estrelas, caro para o que oferece, mas não é ruim) 
  • Takayama: R$ 808,00 (2 diárias, hotel 4 estrelas, bom custo-benefício) 
  • Tóquio: R$ 1.619,00 (3 diárias, hotel 5 estrelas, excelente)  

Com as reservas feitas, já tínhamos as datas e precisávamos agora comprar as passagens. Começamos a pesquisar em todos os sites: kayak, decolar.comgoogleflightsmaxmilhas123milhas. Pesquisamos também se comprávamos tudo junto, cada trecho, com ou sem stop-over. Até que percebemos que estava ficando mais barato comprando cada trecho separado, onde, na maioria dos casos, estava mais barato na 123milhas, menos em um caso que estava mais barato pesquisando pelo gooogleflights e comprando pela expedia. Vamos detalhar cada caso.  

Os vôos mudavam seus preços quase todos os dias e em horários diferentes também e, dessa forma, começamos a perceber um padrão do que era barato e do que era caro nas passagens de cada trecho e assim, enquanto estávamos no carnaval de 2019 em Salvador, fizemos a nossas pesquisas diárias de passagens e encontramos preços muito mais em conta pela 123milhas e compramos a maioria das passagens com bons preços e economizando quase a metade do que gastaríamos, onde tínhamos encontrado um total de R$ 26.000,00 conseguimos gastar pouco mais de R$ 14.000,00.  

No dia 3 de março de 2019 (domingo de carnaval), dia 4 (segunda de carnaval) e dia 5(terça de carnaval) foram os dias que encontramos as passagens mais baratas, tudo pelo 123milhas.com. Assim tivemos: 

  • São Paulo (GRU) – Dubai(DXB) – R$ 4.920,28 (casal) compra: 04/03/2019 
  • Pequim (PEK) – Tóquio (HND) – R$ 1.247,30 (casal) compra: 05/03/2019 
  • Tóquio (NRT) – Aracaju (AJU) – R$ 5.072,20 (casal) compra: 03/03/2019 

Ficou faltando somente o trecho de Dubai para Shanghai, tendo em vista que de Shanghai para Pequim iríamos de trem.  
Continuamos a procura e no dia 09/03/2019 encontramos pelo google fights um vôo de Dubai para Shanghai que estava mais barato comprando pelo Expedia.com, dessa forma tivemos:  

  • Dubai (DXB) –  Shanghai (PVG) – U$ 763,60 – R$ 3054 (casal) compra: 09/03/2019 

Assim já estávamos com todas as passagens por R$ 14.293,78 (casal) e as hospedagens por R$ 13.203,67 (casal).  

  • O trecho de Aju – GRU compramos por milhas da múltiplus posteriormente num momento que ficou mais barato, em 11/05/2010, porém continuei pesquisando, de vez em quando, e percebi que ficou ainda mais barato em outubro de 2019. 

VOOS E CONEXÕES

Saímos de Guarulhos por volta das 3h da madrugada do dia 27/12, devido a um atraso no vôo da Ethiopian Airlines, que por sinal é uma boa empresa, nos deram kit de higiene, avião tem um bom espaço entre as pernas, bom entretenimento e aviões novos, na medida do possível para classe econômica, porém o aeroporto de Addis Ababa é bem desorganizado e, como teve o atraso do vôo no Brasil foi muito corrida nossa conexão e chegamos no avião para Dubai no limite, mas pelos menos não perdemos o voo. O total do deslocamento de São Paulo a Dubai, voos e conexões foram de aproximadamente 27 horas.

No aeroporto de Dubai tinha sala vip e finalmente pude tomar uma cerveja. O voo entre Dubai e Xangai foi um voo direto pela empresa China Eastern Airlines, foram aproximadamente 8 horas de duração, uma boa empresa, não houve atraso, o voo foi tranquilo, o avião tinha bom entretenimento, espaço para as pernas razoável e comida boa.

No aeroporto de Pequim tem uma excelente sala vip com uma cadeira de massagem que realmente te relaxa por completo. Em relação ao voo, fomos pela empresa Korean Air, fizemos conexão em Seul, onde o aeroporto é muito rígido nas inspeções, abriram nossa mala de mão e abriam até os frascos para cheirar o que tinha dentro, não fecharam direito e terminou derramando o hidratante na mala depois. Mas no geral o voo foi tranquilo, o avião também tinham bom equipamento para entretenimento, com telas e filmes novos. A duração total de voo e conexão foi de aproximadamente 5 horas.

A volta de Tóquio para Aracaju essa sim foi um grande desafio, a sala vip do aeroporto de Tóquio é bem limitada e sem muito conforto, nós voltamos pela Alitalia e foi bem ruim. Foram aproximadamente 34 horas entre voos e conexões, fizemos conexões em Roma e em Guarulhos. O avião é bem antigo e ruim, o espaço é mínimo e o entretenimento muito ruim.A maioria das telas estavam quebradas, em preto e branco ou com a imagem ruim. O áudio também era ruim. Ainda bem que eu tinha muita coisa que tinha baixado no netflix. Os voos pareciam intermináveis, mas pelo menos chegamos inteiros e isso que importa. Com ótimas, fotos, memórias e histórias para cotar sobre a viagem.

Esse foi o passo a passo de nosso planejamento de viagem à Ásia, para saber como foi nossa passagem pelos Emirados Árabes, Japão e China, basta clicar nos links.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.