Pousada Pet Friendly em Mangue Seco

Vamos a nossa primeira dica de local Pet Friendly, mas antes é preciso falar um pouco sobre como é levar um cachorro em viagens e quais cuidados se deve ter.

Muitas pessoas perguntam se não é complicado levar Loki com a gente em viagens, por conta da logística com comida, banho, os objetos de dia a dia dele, e além de tudo isso o medo de pegar carrapatos, ou até mesmo alguma doença. Vamos lá, para começar Loki não come ração, come AN (alimentação natural), o que já poderia ser algo mais complicado mas essa questão é simplesmente resolvida escolhendo sempre locais com frigobar, pois levamos a comida congelada, daí é só preservar e oferecer normalmente. Com relação ao banho, Loki é um shih tzu, portanto um cão peludo, mas temos o costume de sempre manter ele tosado, pois ele é extremamente calorento, e com a tosa se mostra bem mais disposto a brincar, então sempre antes de qualquer viagem tosamos ele de forma que seja mais fácil dar o banho, se a pousada/hotel não tiver local adequado, como uma ducha ou mangueira, vai no banheiro mesmo, se o local não disponibilizar secador levamos o nosso, então sempre perguntamos antes.

Os objetos que levamos para ele basicamente são: caixa de transporte, toalha de banho, potes retráteis para comida e água, pente, escova e pasta de dente (sim, escovamos os dentes de Loki todos os dias), dois brinquedos aleatórios, tapete higiênico para colocar no quarto, sacolinhas cata caca e spray natural contra carrapatos. Se seu animalzinho fizer uso de algum medicamento não esqueça de levá-lo, e o mais importante, tenha sempre a carteira de vacinação em mãos e com todas as vacinas em dia!

Se estiver procurando um local paradisíaco e que ainda por cima que seja pet friendly, Mangue Seco é lugar! Localizada às margens do Rio Real, essa pequena vila de pescadores faz divisa entre Bahia e Sergipe. Para chegar até lá é preciso se dirigir ao cais do Pontal, lá tem alguns estacionamentos pagos, e muitos deles já negociam com o valor do barco, ficamos com essa opção pagando um total de R$ 120,00. Embora seja mais cara, é também mais cômoda, pois há a opção de ir de Tototó, é bem mais barato mas é preciso esperar o quantitativo de 40 pessoas para ele poder sair. Como fomos numa sexta após o almoço o movimento estava baixo, e só havia a gente para embarcar, por isso optamos por ir de lancha.

A travessia é bem tranquila, no começo Loki se assustou um pouco mas depois já estava curtindo o passeio, lembrem-se de nunca deixar seu pet solto no barco, pode ter algum movimento brusco e ele vir a cair, esteja sempre próximo a ele. Em qualquer trajeto que façamos de carro, Loki vai dentro da caixa de transporte, no caso de barcos, balsa ou lanchas levamos apenas na coleira, pois se houver algum acidente ele não ficará preso e com risco de se afogar.

Chegando lá a lancha atraca no orla da vila, e o caminho até a pousada que ficamos dura só alguns passos do local. Nos hospedamos na Grão de Areia, um pousada pet friendly localizada às margens do Rio Real com uma vista maravilhosa, escolhemos o quarto que fica bem em frente ao rio, muito aconchegante, com uma cama de casal, uma de solteiro, frigobar, wifi gratuito e tv a cabo, tudo simples mas super limpo e organizado. O valor para duas diárias foi de R$ 280,00, lembrando que não é cobrado taxa para pets. Mangue Seco é um local ainda rústico, somente o calçadão da orla é asfaltado, todo o chão da vila é de areia fofa, uma delícia para qualquer cachorro.

Na recepção da pousada pudemos perceber que estávamos no local certo, todos foram muito atenciosos e em momento algum mostraram algum desconforto por Loki estar lá, sabemos que mesmo alguns locais sendo pet friendly tem algumas restrições sobre a hospedagem dos cães, e algumas vezes os próprios funcionários do local se mostram incomodados por ter um cachorro como hóspede, mas posso afirmar que não é o caso da pousada Grão de Areia, onde Loki foi tratado como um príncipe.

Ao lado da pousada há uma sorveteria com sabores naturais, realmente uma delícia, além disso a Grão de Areia fica localizada a apenas 500 metros do centro da cidade, lá você encontra a igrejinha, restaurantes, mercadinhos e o Shopping Mangue Seco que foge, e muito, dos shoppings convencionais, mas que é uma graça e repleto de lindos artesanatos locais.

Muitas pessoas optam por apenas fazer o bate e volta a Mangue Seco, nós recomendamos fortemente dormir no local e aproveitar toda a simplicidade e paz do local.

Após caminhar um pouco para conhecer o vilarejo, paramos em frente a pousada e apreciamos o maravilhoso pôr do sol às margens do rio. Loki sempre explorando cada local, sempre muito empolgado com tudo. É importante sempre oferecer água a seu pet nesses passeios, eles costumam ficar mais agitados em locais desconhecidos e por isso gastam mais energia, tenha sempre uma garrafinha de água.

A noite fomos jantar no restaurante Bar.Co, também localizado em frente ao rio, a poucos metros da pousada. O ambiente é muito bonito e acolhedor.. O local também é pet friendly e Loki pode nos acompanhar tranquilamente enquanto apreciávamos um maravilhoso espaguete de camarão.

Principais passeios de Mangue Seco

No sábado tomamos o maravilhoso café da manhã da pousada, enquanto conversávamos com a anfitriã Dione, uma excelente pessoa, disposta a ajudar no que puder. Ela nos falou que era possível chegar à praia caminhando mas que o ideal era fazer o passeio de buggy pelas dunas e conhecer os maravilhosos cenários que deram vida a novela Tieta do Agreste.

Seguindo pela orlinha, bem próximo a pousada ficam os buggys para o passeio, lá negociamos o preço, R$ 100,00 reais ida e volta o casal. O motorista nos explica que até chegar à praia paramos em alguns pontos turísticos famosos por fazerem parte da novela, como os dois coqueiros chamados de Romeu e Julieta, onde Tieta virava serpente, as dunas onde ela pastoreava as cabras e uns mirantes com vista para o mar. No trajeto também tem um ponto para fazer esquibunda.

O passeio é lindo, são cenários realmente paradisíacos, com areias branquinhas, coqueiros e um lindo mar azul. Como estávamos com Loki optamos por não fazer o passeio “com emoção” rsrsr, mesmo assim dá um friozinho na barriga as muitas ladeiras de dunas que enfrentamos. Loki foi no chão do carro entre minhas pernas sendo segurado fortemente o caminho todo, mesmo não aparentando riscos é sempre bom ter muito cuidado.

Ao chegar a praia o bugueiro pergunta qual o horário queremos voltar e na hora marcada ele está lá para nos buscar. Ele nos deixa numa choupana com redes de descanso e mesa de bar, do alto da praia logo surge alguém do restaurante para lhe atender. Nesse tipo de viagem nós sempre levamos nossa bebida num cooler com gelo o que nos faz economizar muito, basicamente só gastamos com alguns petiscos e água de coco para Loki, ele adora.

A praia é bem calma, praticamente exclusiva, o mar não é muito agitado e como já sabemos a água sempre quentinha do nordeste nos convida a um delicioso banho de água salgada. É aqui que Loki mais se diverte correndo atrás de sua bolinha e se refrescando com água de coco.

Após um belo dia de praia e um merecido cochilo na pousada fomos jantar na pizzaria Na Cajazeira, simplesmente sensacional, massa artesanal, sabores variados, local super agradável e atendimento excelente. Ah! Lá também é pet friendly. Com certeza se tivéssemos mais tempo em Mangue Seco teríamos voltado lá.

Vale ressaltar que sempre que voltávamos para a pousada a noite, tinha um cafezinho coado maravilhoso nos esperando, e dona Dione sempre com um sorriso no rosto.

Esse foi nosso Loki na Mala em Mangue Seco, todos os locais que fomos nos atenderam super bem, em nenhum momento fomos impedidos de nada por estar com Loki, quem tem pet sabe a satisfação que é estar num lugar assim. Com certeza voltaremos com Loki na Mala!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.