Tokyo Disneyland

Primeiro parque da Disney construído fora dos Estados Unidos, o Tokyo Disneyland tem os mesmos moldes do Magic Kingdom na Flórida e Disneyland na Califórnia. Assim como o seu vizinho, o DisneySea, ele não é propriedade do Walt Disney, mas sim da The Oriental Land Company, que detém os direitos da marca no Japão.

Localizado em  Urayasu, próximo a Tóquio, uma das melhores maneiras de se chegar a Tokyo Disneyland é de metrô, basta se direcionar a estação Maihama, a estação da Disney Resort. Alguns hotéis oferecem o serviço de translado, como o que ficamos Hotel East 21, e que eu expliquei melhor no post da DisneySea. Lá também falo sobre a compra de ingressos, que pode ser feita pelo site oficial https://www.tokyodisneyresort.jp/en/index.html.

Fazia muito frio quando fomos e choveu praticamente durante todo o dia, mas isso não impediu que o parque estivesse completamente lotado. Por ser mais voltado para o público infantil, é bem comum encontrar excussões de escolas por lá, são centenas de crianças guiadas por seus professores, todos fardados e seguindo as regras impostas, é bem bonitinho observar.

O horário de funcionamento do Tokyo Disneyland pode variar de acordo com época e condições climáticas, verifique sempre no site. Chegamos antes das 9h e já havia uma fila enorme, não sei se foi por conta da chuva e do frio, mas pareceu ser mais lenta que a do DisneySea, embora o outro parque estivesse bem mais lotado.

Por ser um parque bem parecido com os outros que já tínhamos ido, aqui não adotamos a estratégia de correr para alguma atração disputada, pois basicamente são iguais as demais.

Ao entrar, a surpresa de um castelo em reforma, mas isso não impede em nada a magia do lugar. Para compensar, em frente ao castelo há uma escultura com os principais personagens Disney, vestidos a caráter para o grande evento da época, o Very, Very Minnie.

O Very, Very Minnie é um evento que ocorre por tempo limitado, onde todo o parque fica ornamentado com motivos da Minnie. Nas lojinhas é possível encontrar uma infinidade de produtos e os mais diversos personagens todos homenageando nossa linda ratinha, já nos restaurantes, várias comidas temáticas da namorada do Mickey.

Além disso, há vários espetáculos com o tema, o principal deles acontece na Tomorrowland, no teatro Showbase, o “It’s Very Minnie!”. O show dura 25 minutos e é muito concorrido, para poder assistir é preciso tirar um ticket em uma das máquinas que ficam em um local específico na Tomorrowland, é uma espécie de sorteio, se tiver sorte, você consegue o bilhete premiado, infelizmente não conseguimos, mas presenciamos uma rapaz que conseguiu e ficou eufórico, deu inveja rsrs.

Tudo no Tokyo Disneyland é muito concorrido, inclusive a comida e como estava chovendo isso se tornou ainda pior, pois todo mundo queria ficar num local coberto e os restaurantes são perfeitos para isso. Conseguimos fazer apenas dois lanches, pizza no Captain Hook’s Galley, esse estava tão lotado que fomos para a lateral dele e comemos em pé mesmo, e sanduíche no Toontone Treats. Tudo bem gostoso, mais em conta que um refeição completa e deu para passar o dia tranquilamente.

Mesmo estando lotado, esse foi o parque que mais conseguimos fazer atrações, até por estar chovendo, entrávamos em qualquer uma só para nos aquecer e não é que são atrações ruins, apenas algumas são bem infantis.

O Fast Pass do Tokyo Disneyland também é retirado em forma de ticket nas máquinas próximas as atrações, por sorte conseguimos alguns.

Áreas e Atrações

World Bazaar

Logo na entrada do parque fica localizada a World Bazaar, é uma área coberta onde você encontra muitas lojas e restaurantes. Aproveite para entrar em todas as lojas e ver a infinidades de produtos que só a Disney no Japão tem. Essa área conta ainda com duas atrações.

  • Omnibus – Como o próprio nome já diz, é um ônibus de um modelo bem antigo que leva os visitantes a diversos locais do parque.
  • Penny Arcade – Uma área de jogos tipo arcade que funciona com moedas, é um local bem disputado, estava sempre lotado e não conseguimos jogar nada.

Tomorrowland

  • Star Tours – The Adventures Continue – Simulador em 3D onde você passa por diversas aventuras juntamente com vários personagens da série. É bem parecida com a atração de Orlando.
  • Space Mountain – Presente em vários parques Disney, aqui não seria diferente, a montanha russa que simula uma viagem pelo espaço, é a atração mais radical do parque.
  • Buzz Lightyear’s Astro Blasters – Use uma arma a laser para ajudar o Buzz a derrotar o malvado Zurg.
  • Monsters, Inc. Ride & Go Seek – Com uma lanterna tente encontrar os diversos monstrinhos escondidos no divertido cenário do filme Monstros SA.

Todas essas atrações tem Fast Pass, e conseguimos pegá-lo para todas elas. Na Tomorrowland ainda tem a atração Stitch Encouter, onde é possível interagir com o Stitch, mas em japonês, então não vale muito a pena se você não falar a língua deles. Essa foi a única atração da área que não fizemos.

Toontown

A área mais fofa do parque, e a que eu estava ansiosa para conhecer. A Toontown retrata com detalhes a cidade que vive o Mickey e seus amigos. Além das casinhas dos personagens, o local possui prefeitura, canil público, posto policial, entre outras coisas que toda cidade tem. Há também algumas atrações e encontro com personagens em suas casas, olha que legal.

  • Gadget’s Go Coaster – Montanha Russa nada radical, ideal para ir acostumando os pequenos a grandes emoções. Embora seja simples, é bem bonitinha, e com 5 minutos de fila se tornou imperdível.
  • Roger Rabbit’s Car Toon Spin – Imperdível para quem curte o clássico Uma Cilada para Roger Rabbit, quem não se impressionou ao ver a mistura cartoon e pessoas reais nos anos 80/90? A bordo de um táxi que gira freneticamente, você passa por diversos cenários do filme e tenta escapar das malvadas doninhas que perseguem o Roger Rabbit.
  • Chip’n Dale’s Treehouse – Visite a residência do Tico e Teco e se impressione com a riqueza de detalhes do local, impossível entrar lá e não lembrar daqueles maravilhosos de nossa infância.
  • Minnie’s House – Falando em detalhes, a casa da Minnie também é cheia deles, destaque para o tanto de fotos do Mickey que ela guarda rsrs. Lá tem alguns objetos que é possível explorar bem, a exemplo da máquina de lavar, e a geladeira da Minnie, quem não gostaria de bisbilhotar o que ela gosta de comer?
  • Donald’s Bolt – Navio do Donald, aqui o painel de controle do barco é interativo, além de reunir objetos pessoais do Pato Donald.
  • Goofy’s Paint ‘n’ Play House – Na casa do Pateta é possível o ajudar e redecorar sua sala, através de uma painel interativo onde com uma espécie de arma você lança jatos de tinta.

Infelizmente tanto o navio do Donald, como a casa do Pateta estavam fechados quando fomos.

A atração principal e também mais lotada é a casa do Mickey, pois lá dentro está ninguém menos que o próprio, isso mesmo, além de conhecer a residência do rato mais famoso do mundo, ainda é possível encontrá-lo para tirar fotos. Infelizmente em todas as vezes que passamos por lá, a fila estava gigantesca. Essa fila é formada apenas para tirar foto com o Mickey, sendo possível entrar na casa apenas para conhecer, pena que só ficamos sabendo disso depois, de forma que não entramos achando que precisava da fila.

Fantasyland

Praticamente uma cópia do Magic Kingdom, a Fantasyland conta com várias atrações clássicas, se você não conhece o parque Americano, recomendo fortemente enfrentar as filas para entrar na maioria dessas atrações, se já conhece acho que não vale muito a pena dependendo do tempo que irá gastar.

  • Mickey’s Philarmagic – Única atração da área que fizemos, já tínhamos ido em Orlando e gostamos bastante, por isso repetimos. Aqui acontece um concerto musical liderado pelo Mickey, onde o Pato Donald passeia por diversos clássicos Disney, tudo em 3D, é sensacional.
  • Haunted Mansion – Um passeio por uma mansão mal assombrada cheia de fantasmas pra lá de realistas.
  • Pinocchio’s Daring Journey – A bordo de um carrinho você faz um passeio pela história do Pinóquio.
  • Pooh’s Hunny Hunt – Num potinho de mel, você embarca numa aventura junto ao ursinho Pooh e sua turma.
  • Peter Pan’s Flight – Viaje à Terra do Nunca num navio voador, onde você passa por lindos cenários do desenho Peter Pan.
  • Dumbo The Flying Elephant – Tradicional carrossel do Dumbo.
  • Cinderella’s Fairy Tale Hall – Atração dentro do castelo, aqui a história da Cinderela é contada através de dioramas e pinturas. Como o castelo estava em reforma, essa atração não estava funcionando.
  • Snow White’s Adventures – Atração bem bonitinha que conta a história da Branca de Neve através de cenários do filme.
  • Alice’s Tea Party – Xícaras giratórias da Alice, ideal para as crianças, elas adoram esse tipo de atração.
  • It’s a Small Word – Confesso que nunca nos interessamos em ir a essa atração, e como a fila estava enorme acabamos deixando de lado mais uma vez. A bordo de um barquinho os visitantes fazem um passeio por diversos países, enquanto são embalados pela música cantada pelas crianças do cenário.

Westernland

  • Big Thunder Moutain – Infelizmente fechada quando fomos, a Big Thunder é uma montanha russa sensacional, em alta velocidade você atravessa uma antiga mina de ouro, com subidas e descidas de tirar o fôlego. É possível retirar Fast Pass para ela.
  • Country Bear Theater – Um espetáculo de música Country apresentado por ursos que formam uma orquestra. Única atração da área que fomos, e foi para fugir do frio, mas é bem legal.
  • Mark Twain Riverboat – Navio luxuoso de três andares que fica fazendo passeios pelo parque.

Na Westernland há ainda um passeio numa balsa que leva o visitante a diversas aventuras, e um local de tiro ao alvo. Nessa área também é local para encontrar o Pato Donald e a Margarida, no Woodchuck Greeting Trail, você escolhe qual dos dois quer ver, ou até mesmo enfrentar as duas filas e tirar foto com os amados patos, como não tínhamos foto com a Margarida, optamos por ela. Na entrada do local um funcionário te pergunta se você quer pagar por uma foto profissional, achamos que não precisava, já que de toda forma tiraríamos a foto.

Nessa mesma land também tem encontro com os personagens do filme Zootopia, a Judy e o Nick, mas é preciso retirar um bilhete em frente ao Plaza Pavilion Bandstand para ter acesso a eles. Os bilhetes são distribuídos logo após a abertura do parque, e são limitados.

Adventureland

  • Pirates of the Caribbean – Um passeio de barco pelas aventuras de Jack Sparrow, por lugares sombrios e assustadores. Em alguns momentos fica tudo escuro, achei mais legal que a de Orlando. Crianças muito pequenas podem se assustar, é bom tomar cuidado.
  • Jungle Cruise: Wildlife Expeditions – Passeio em um barco por uma floresta cheia de animais selvagens. Aqui não fomos porque já conhecíamos.
  • Swiss Family Treehouse – Casa na árvore baseada no filme  Swiss Family Robinson. Essa atração estava fechada.
  • The Enchanted Tiki Room: Stitch Presents “Aloha E Komo Mai” – Um show com pássaros falantes onde o Stitch aparece para interromper, mas na verdade acaba transformando tudo numa grande festa. Esse show é muito lindinho, principalmente se você for fã do Stitch assim como eu.
  • Western River Railroad – Um trem a vapor te leva para um passeio por quase todo o parque, e durante a viagem ainda tem várias surpresas a serem vistas. Se for no inverno como nós prepare-se para o frio, ainda mais se fizer o passeio a noite como fizemos. Mas é muito legal, não deixe de ir.

Critter Country

  • Splash Mountain – Por incrível que parece, mesmo num frio congelante, a fila da Splash Mountain estava marcando 45 minutos. Para quem não sabe, ela é uma montanha russa que ao final cai de uma cachoeira e chega a molhar um bocado. O tema da Splash Moutain no Japão também é dos queridos personagens do filme A Canção do Sul, a Disney “esconde” essa sua produção, pois é considerado um filme extremamente racista, apenas os personagens do desenho aparecem na atração. Nos parques de Orlando e da Califórnia a Splash Mountai sofrerá mudanças em breve, seu novo tema será o filme A Princesa e o Sapo, com a princesa Tiana. No Japão ainda não foi anunciado se a atração será modificada.
  • Beaver Brothers Explorer Canoes – Aqui o visitante faz um passeio em uma canoa pelos rios do parque, mas é preciso que você mesmo reme o barco, então tem que estar disposto.

Quando fomos uma nova área estava sendo feita, toda ambientada no filme Frozen, com direito a um castelo enorme da rainha Elsa. Ficamos tentando bisbilhotar como seria esse local, deu pra perceber que será incrível, e sem dúvida, um atrativo a mais para visitar o Tokyo Disneyland.

Parada Noturna

O Tokyo Disneyland conta ainda com vários shows em seus teatros e as famosas paradas com personagens, dê sempre uma olhada no site, ou no guia que é distribuído na entrada do parque, para se informar sobre horários e locais desses espetáculos. O show de fogos no castelo, como falei no post da DisneySea, não acontece todos os dias, é sempre em dias alternados. Quando fomos não teve.

Conseguimos presenciar duas paradas, a Dreaming Up, onde lindos carros desfilam com cenários incríveis dos mais famosos filmes da Disney e a Nighttime Parade, igual a Electrical Parade que era apresentada no Magic Kingdom. Trata-se de um desfile com música e muitas luzes, onde os carros apresentam lindos efeitos de LED.

Se você conhece o Magic Kingdom em Orlando, vai perceber todas as semelhanças com o Tokyo Disneyland, mesmo assim acho que é um passeio muito válido, pois sempre tem uma coisa ou outra bem característica de cada lugar e se você for apaixonado pela Disney vai querer ver isto de perto. Agora, se não conhece e está de visita pelo Japão, recomendo, e muito, fazer esse parque, pois ele nos passa toda aquela magia que a gente tanto ama. Não poderíamos ter fechado nossa viagem ao Japão de melhor forma.

Conheça também nosso roteiro pelo Japão, Tóquio e o DisneySea clicando nos links.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.