Universal Studios Japão

O Universal Studios Japão, localizado em Osaka, é o segundo parque temático mais visitado do país, ficando atrás apenas da Tokyo Disneyland.

Os ingressos podem ser adquiridos antecipadamente, nós compramos pelo Tripadvisor, por 135,58 dólares o casal. Os preços variam de acordo com a idade e com algumas épocas do ano. Se possível programe-se para não ir aos finais de semana, pois costuma ficar lotado. Nós fomos numa sexta-feira e achamos a lotação confortável. É possível adquirir o Express Pass, que dá direito a reduzir o tempo de fila, nós entretanto, preferimos não ter esse custo e usar de nossas táticas de corrida para fazer as atrações.

Os horários do parque também podem variar, o ideal é dar uma olhada no site e verificar, o site oficial do parque https://www.usj.co.jp/e/. Para chegar ao Universal Studios Japão basta pegar o metrô com destino a Estação Universal City.

Aqui também temos a Universal Studios Japão City Walk, o famoso centro de entretenimento da Universal, com muitas lojas e restaurantes.

Mesmo tendo suas semelhanças com o parque de Orlando, o Universal Studios Japão em Osaka tem suas peculiaridades, a exemplo da forma como os asiáticos se divertem e principalmente conduzem o parque. Os funcionários são simplesmente incríveis, se na cidade de Osaka achamos o povo um pouco antipático, o parque compensou tudo. Todo o tempo eles interagem com você, mesmo alguns não falando bem o inglês, estão sempre com um sorriso no rosto, acenando ou até mesmo puxando conversa.

Sobre alimentação, tem para todos os gostos, de lanches rápidos a refeições completas. Há vários quiosques espalhados por todo parque, onde, além de várias comidinhas, é possível encontrar cerveja e os lindos baldes de pipoca dos Minions. Já os restaurantes, tem uma temática detalhada de sua área correspondente. Nós almoçamos no Amity Landing Restaurant, que reproduz o estaleiro do filme Tubarão.

Áreas Temáticas e Atrações

O Universal Studios Japão é dividido em áreas e suas atrações costumam ter filas enormes. Se assim como nós você optou por não adquirir o Express Pass, uma dica bacana é usar o single rider, aquela opção de pegar a fila mais curta desde que não veja problema em ir sozinho. Tem pessoas que por medo ou até mesmo para se divertirem juntos, não curtem ir de single rider, mas num parque com filas enormes acho que vale a pena aproveitar. Vamos às dicas de como aproveitamos cada área.

The Wizarding World of Harry Potter

  • Harry Potter and the Forbidden Journey – Assim que entramos no parque corremos para a fila dessa atração, como já havíamos feito ela em Orlando, sabíamos que era imperdível. Nela você entra no Castelo de Hogwarts, e junto com o Harry Potter encara uma grande aventura nesse simulador ultra realista. É aquela atração que todo fã de Harry Potter merece fazer. Valeu a pena os 45 minutos de fila.
  • Flight of the Hippogriff – Nessa montanha russa você embarca num Hipogrifo e faz um passeio pela propriedade de Hagrid. Não chega a ser radical, mas é ótima para ver de perto os detalhes da cabana dele. Nós gostamos porque quando fomos a Orlando, essa atração estava fechada, então foi uma novidade. Nela pegamos fila de menos de 10 minutos.

Na área do Harry ainda é possível adquirir uma varinha mágica e fazer diversos feitiços pelas ruas de Hogwarts. Há ainda vários pontos para foto, restaurantes, a famosa Butterbeer, cerveja amanteigada do Harry Potter e várias lojinhas.

Uma coisa que fez sucesso por lá, foram nossos cachecóis de Grifinória, feitos por minha mãe, por todo o parque os cast members nos abordavam e falavam sobre ele, lá é possível comprar cachecóis das 4 escolas de Hogwarts, mas só o nosso era diferenciado rsrs.

Essa área costuma ficar lotada, a ponto de suas filas terem que ser encerradas bem antes de fechar o parque. Às vezes é preciso adquirir um bilhete para entrar na fila do Harry Potter and the Forbidden Journey, ele é distribuído gratuitamente na área do Tubarão, mas recomendo que você chegue cedo e se dirija a atração do Harry, mesmo pegando um filinha é mais seguro do que arriscar e perder a vez.

Amity Village

  • Jaws – Nessa atração um guia nos leva a um passeio de barco por cenários de uma pacata cidade, mas a tranquilidade acaba quando um enorme tubarão aparece e nos persegue. A missão aqui é destruir o tubarão e sair vivo do barco rsrs. É uma atração super divertida e muito bem feita, se você é fã do filme não pode deixar de conferir. A fila marcava 40 minutos, mas é possível usar o Single Rider, foi o que fizemos e entramos em 5 minutos cada. Essa atração pode molhar se você estiver do lado esquerdo do barco, nossa sorte foi ficar do lado oposto, pois era inverno e iríamos congelar.

Essa área é toda voltada para essa temática do filme tubarão, ela é ótima para fotos, pois não parece ser uma das mais concorridas. Há também uma atração chamada Waterworld, um show com acrobacias sobre as águas. Estava fechada quando fomos.

Jurassic Park

  • The Flying Dinosaur – Sem dúvida a montanha russa mais radical que já fomos, mais até do que a mais rápida do mundo, a Montanha Rossa do Ferrari World. Atração exclusiva do parque de Osaka, foi preciso encarar 90 minutos na fila para desfrutar dessa aventura. Valeu cada segundo! O carrinho na verdade, simula as garras de um pterodáctilo  que te carrega pendurado, isso mesmo, diferentemente das outras montanhas russas, aqui suas costas não se apoiam no carrinho, apenas sua barriga presa pela proteção e suas pernas inclinadas para trás. Com giros de 360 graus, subidas e descidas repentinas, e em alguns momentos em total escuridão, você literalmente parece voar sobre o parque. É de tirar o fôlego!
  • Jurassic Park The Ride – Um passeio de barco por alguns dos principais cenários do filme, onde é possível ver várias espécies de dinossauros, inclusive o temido Tiranossauro Rex. Essa atração é igual a de Orlando, e como sabemos que pode molhar, preferimos não fazer. Mas é muito divertida e vale muito a pena conhecê-la.

A área conta ainda com restaurantes e lojas onde é possível encontrar réplicas perfeitas dos dinossauros. Vale explorar bem esse local, e se você for fã da franquia, vai ficar maravilhado com a quantidade de detalhes existentes.

San Francisco

Pequena área do parque onde é possível assistir a bastidores do filme Backdraft (Cortina de Fogo), e ver algusn dos seus efeitos especiais.

Minion Park

Uma área inteira voltada para as confusões dos Minions. Observem os detalhes desse lugar enquanto ouvem algum grande sucesso musical nas vozes dos adorados bichinhos amarelos. A atração principal dessa área é igual a do parque de Orlando, mas como as filas estavam enormes, optamos por não fazer nenhuma aqui.

  • Despicable Me Minion Maheim – Assim como em Orlando, aqui você entra na casa do Gru, e através de um simulador conhece o laboratório desse Malvado Favorito e ainda aprende a se tornar um Minion.
  • Freeze Ray Sliders – Atração que as crianças costumam amar, aqui carrinhos giratórios parecem deslizar no gelo em movimentos aleatórios.

No Minion Park, você ainda pode tirar fotos com os Minions ou com o Snoopy, no 42nd Street Studio Greeting Gallery, essa foto é paga a parte, mas os personagens às vezes aparecem caminhando pelo parque, e aí é possível conseguir isso gratuitamente.

New York

  • The Amazing Adventures of Spider-Man – Um super simulador em 4K3D, onde o Homem Aranha faz de um tudo para lhe salvar. São cinco minutos de uma aventura hiper realista.
  • Terminator 2: 3-D – Uma simulação do filme O Exterminador do Futuro, uma mistura de teatro com efeitos especiais em 3D. Essa atração não estava funcionando quando fomos.

Hollywood

  • Hollywood Dream – The Ride – Montanha Russa que de início achamos que seria bobinha, mas é bem divertida, nela você tem a opção de escolher uma das músicas disponíveis no painel, nós fomos de Michael Jackson e é impressionante como a música se encaixa nos movimentos do carrinho. Aqui é possível ir de Single Rider, mesmo assim a fila costuma ser grande, mas vale a pena.
  •  Hollywood Dream – The Ride – Backdrop – Aqui você tem a experiência da montanha russa anterior, mas dessa vez seu trajeto será de costas, isso mesmo, o carrinho vai de ré, parece ser ainda mais divertido, mas com uma fila de horas acabamos não indo nela.

Logo que entramos no parque e saímos correndo para a área de Harry Potter, vimos que muitas pessoas corriam para outra direção, era justamente para essas montanhas russas. Como não sabíamos ao certo como elas eram, acabamos deixando pra depois, mas recomendo fortemente que tente fazer essas atrações.

  • Space Fantasy – Montanha Russa no escuro que simula uma aventura no espaço onde é preciso salvar o sol.

Ainda na área Hollywood, há vários teatros e cinemas com shows em 4D e espetáculos com personagens bastante conhecidos pelo público, além de encontrar com alguns deles caminhando por lá. Nós fomos ver o filme da Vila Sésamo, mesmo em japonês é possível entender o contexto e se divertir.

Wonderland

Área voltada para os pequeninos, mas que qualquer adulto se encanta e quer aproveitar cada detalhe. Com a temática Hello Kitty, Vila Sésamo e Snoopy quem não quer dar uma passadinha ali?

Por lá diversos carrosséis, corrida de carrinho, e montanhas russas próprias para crianças. Tudo muito colorido e divertido.

Mesmo para quem não é criança, o lugar encanta pela nostalgia, esse personagens queridos estiveram presente na infância de quase todo mundo.

Para nós, o mais divertido foi poder entrar no Snoopy Studio, lá você encontra diversos cenários do desenho, tudo em tamanho real, um verdadeiro paraíso para qualquer fã. Se tiver sorte pode encontrar a turma do Charlie Brown passeando por lá, e dessa vez tirar uma foto gratuitamente com eles.

O parque Universal Studios Japão ainda está preparando uma nova área, a Super Nintendo World, onde os visitantes irão se sentir dentro das aventuras do Super Mário, uma área totalmente interativa.

Por todo o parque acontecem shows e as famosas paradas, é comum ver o pessoal deitado na grama só esperando esses momentos. Como tínhamos apenas o restante do dia em Osaka, preferimos sair um pouco mais cedo do parque, mas vale a pena reservar um tempinho a mais nele.

Essa foi nossa visita a esse parque maravilhoso. Se estiver em Osaka não deixe de ir ao Universal Studios Japão, mesmo quem conhece os parques dos Estados Unidos irá adorar essa experiência.

Para mais informações sobre o Japão, Osaka e outros Parques clique nos links.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.